30 de outubro de 2019

PRANTO

PRANTO

Oh Vento
que traz consigo
o cheiro da chuva
Faz cair do céu
as lágrimas que
molham a terra
e fazem brotar
a erva e a flor
Encha os rios
de vida
e do mundo lave a dor
Cure a secura 
do homem
e em meio a trovoadas
florença amor


Poema recitado pelo autor
Poema recitado pelo autor

18 de outubro de 2019

TELETRANSPORTE

TELETRANSPORTE

Meu amor 
Aqui, aí e lá 
Como podes 
em tantas partes estar? 
Antes em tempos diversos 
Agora em tempo comum 
E mesmo assim, 
Aqui, aí e lá 
Ocupas um mesmo lugar 
Te amei, te amo e 
Posso te amar 
Aqui, aí e lá


4 de outubro de 2019

DES-ESPERAR

DES-ESPERAR

Ela chegou de leve
Me acariciou as costas
Permiti que entrasse comigo
“prazer, Desesperança”
Disse ela, um pouco acanhada

Achei que vinha para me abater
E até comecei este movimento
Mas ela me parou
Riu na minha cara
tão espontânea
que não pude deixar de escutar
“É isso, é isso, é isso.”
Antecipando o que eu estava
por compreender

Atordoado, perguntei
Então sou livre,
posso viver?
Ela gargalhava!
“É isso, é isso, é isso.”

E se despediu,
“Quando morre a esperança,
nasce você!”
x